Faltando 100 dias para a Copa, das 12 arenas que serão usadas no Mundial, só seis estão prontas.

Comitê Organizador corre contra o tempo para entregar as demais entre os dias 1º e 28 de abril

Foto: Globo Esporte

A Rússia está no meio do caminho no que diz respeito aos estádios da Copa do Mundo. A promessa feita pelo Comitê Organizador Local (COL) de entregar as 12 arenas até dezembro de 2017 não foi cumprida, e a 100 dias do início do Mundial ainda há trabalho a fazer.

Seis estádios estão prontos, alguns desde 2014, casos do Estádio do Spartak, na capital Moscou, e do Estádio Olímpico de Sochi, usado nas cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos de Inverno daquele ano. Na semana passada, uma comitiva da Fifa encerrou a fase de vistorias nos palcos concluídos. Além dos dois citados, são eles: Arena de Kazan, Arena de São Petersburgo, Luzhniki, em Moscou, e Estádio de Rostov.

De todos esses, o de Rostov é o único que está pronto e ainda não foi testado. É nele que a seleção brasileira vai estrear na Copa, dia 17 de junho, contra a Suíça, pela primeira rodada do Grupo E. O primeiro teste desta arena está previsto para 15 de abril.

Agora, o COL e a Fifa se apressam para terminar os outros seis estádios. Apesar dos atrasos, todos já têm eventos-teste previstos entre os dias 1º e 28 de abril. As arenas que ainda estão pendentes são: Ecaterimburgo, Kaliningrado, Nizhny Novgorod, Volgogrado, Saransk e Samara.

De acordo com o chefe de eventos e competições da Fifa, Colin Smith, todos eles serão testados pelo menos três vezes antes do Mundial. E mesmo em Samara, onde as obras estão mais atrasadas, a situação está sob controle.

- Nós não estamos preocupados com os preparativos. Houve atraso em Samara, mas vamos ter um jogo-teste. Tudo vai estar terminado e completo para essa partida. E os três eventos-teste em todos os estádios são uma oportunidade para nós (Fifa), em conjunto com o Comitê Local, observar e ver os estádios em operação.

O estádio de Samara é um dos projetos mais bonitos da Copa do Mundo. Se ficar em primeiro no Grupo E, a Seleção vai jogar nele nas oitavas de final. Antes, porém, um outro estádio russo está no caminho do Brasil. No próximo dia 23 de março, a equipe enfrenta a Rússia num amistoso em Moscou. Ele será no estádio Luzhniki, que vai receber a abertura e a final da Copa. Um encontro para pegar gosto e ficar com vontade de voltar.

CONFIRA A SITUAÇÃO DE CADA ESTÁDIO DA COPA DO MUNDO:

 

ESTÁDIO OLÍMPICO DE SOCHI
Ano de inauguração: 2004
Capacidade: 48 mil
Jogos na Copa: 6

ARENA KAZAN
Ano de inauguração: 2013
Capacidade: 45 mil
Jogos na Copa: 6
Evento-teste: 6 de maio

 

ESTÁDIO DO SPARTAK - MOSCOU
Ano de inauguração: 2014
Capacidade: 45 mil
Jogos na Copa: 5

ARENA DE SÃO PETERSBURGO
Ano de inauguração: 2017
Capacidade: 67 mil
Jogos na Copa: 7
Evento-teste: 27 de março e 13 de maio

 

ESTÁDIO LUZHNIKI - MOSCOU
Ano de inauguração: 2017 (reforma)
Capacidade: 80 mil
Jogos na Copa: 7
Evento-teste: 23 de março (Rússia x Brasil)

ESTÁDIO DE ROSTOV
Ano de inauguração: 2018
Capacidade: 45 mil
Jogos na Copa: 5
Evento-teste: 15 de abril, 29 de abril e 13 de maio

 

ECATERIMBURGO 
Ano de inauguração: 2018 (reforma)
Capacidade: 35 mil
Jogos na Copa: 4
Evento-teste: 1º de abril, 15 de abril e 6 de maio

 

KALININGRADO
Ano de inauguração: 2018
Capacidade: 35 mil
Jogos na Copa: 4
Evento-teste: 11 de abril, 21 de abril e 12 de maio

 

NIZHNY NOVGOROD
Ano de inauguração: 2018
Capacidade: 45 mil
Jogos na Copa: 6
Evento-teste: 15 de abril, 28 de abril e 6 de maio

SAMARA
Ano de inauguração: 2018
Capacidade: 45 mil
Jogos na Copa: 6
Evento-teste: 28 de abril, 6 de maio e 11 de maio

 

SARANSK
Ano de inauguração: 2018
Capacidade: 44 mil
Jogos na Copa: 4
Evento-teste: 21 de abril, 4 de maio e 16 de maio

 

VOLGOGRADO
Ano de inauguração: 2018
Capacidade: 45 mil 
Jogos na Copa: 4
Evento-teste: 21 de abril, 2 de maio e 9 de maio

 


Fonte: Globo Esporte


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários