Débora Milani pede exoneração

Secretária de Educação alega questões pessoais


A atual secretária municipal de Educação e Cultura, Débora Raquel da Costa Milani, pediu exoneração do cargo nesta quinta-feira (26). A solicitação foi encaminhada ao prefeito Edinardo Esquetini, que não está na cidade.
Para Débora, uma somatória de motivos teria determinado sua decisão, mas o que mais pesou foram questões particulares. “Eu tenho um filho pequeno e preciso dedicar mais tempo a ele. Fiz tudo o que pude, mas nesse momento prefiro cuidar da minha família. Desejo muito sucesso ao governo”, relatou à reportagem, por telefone. Há rumores de que o prefeito não aceitará sua saída da Secretaria, mas ela, porém, se diz decidida.

Entre as atribuições de Débora, publicadas na página da Secretaria de Educação e Cultura do Portal da Prefeitura, estão elencadas: planejar e executar programas, projetos e atividades relacionadas à Educação Infantil e Ensino Fundamental; promover e gerenciar a instituição do sistema municipal de ensino, do plano de carreira e remuneração; executar e fiscalizar o magistério público municipal e, ainda, coordenar a formulação, implantação e execução do Plano Municipal de Educação, além de promover ações que valorizem a cultura local.


Fonte: Ingrid Alves


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários