Prefeitura abre Concurso para contratação de médicos

Inscrições começam na próxima quarta-feira (23), são 27 vagas


Visando a contratação de médicos para a rede pública de Saúde, a Prefeitura de Matão lançou edital de abertura de Concurso Público nesta sexta-feira (18). Com validade de contratação para 2 anos, as inscrições estarão abertas de 23 maio até 17 de junho. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.matao.sp.gov.br ou www.litterisconcursos.org.br.

Dentre as 23 especialidades médicas estão angiologista e cirurgião vascular; cardiologista; cirurgião geral; clínico geral; dermatologista; endocrinologista; geriatra; ginecologista e obstetra; hematologista; infectologista; nefrologista; neurologista; neurologista infantil; oftalmologista; oncologista; ortopedista; otorrinolaringologista; pediatra; pneumologista; psiquiatra; reumatologista; urologista; e pediatra plantonista.

 Os interessados devem possuir o diploma de graduação em Medicina fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, com especialização na área em que pretende prestar o concurso, e registro profissional no Conselho Regional de Medicina.

Ainda vale destacar que o salário será de R$ 40,31 ou R$ 68,03 por hora, com benefício de R$ 440,00, sendo a ajuda de custo alimentação. A carga horária semanal será de no mínimo 10 horas e máxima de 40 horas, sujeita às necessidades e disponibilidade da Prefeitura. Ao todo serão 27 vagas, sendo que todas as especialidades contemplam uma vaga, com exceção  do cargo de médico psiquiatra que terá cinco vagas abertas.

Esquetini destaca que, após problemas com registro de digital dos médicos, começaram os estudos para abertura do Concurso Público. “Tivemos médicos recusando registrar sua digital e, consequentemente, deixando de atender ou diminuindo a carga horária na rede pública. Precisamos esperar para saber quantos profissionais ficariam e quantos não continuariam trabalhando. Em conversa com a Promotoria Pública decidimos abrir a licitação para contratação da empresa que ficaria responsável pelo Concurso Público”, ressalta.

Ainda de acordo com Esquetini, para a contratação dos médicos era necessária a liberação do edital para realização do Concurso Público. “Infelizmente, perdemos quase 60 dias realizando os trâmites legais para liberação do edital do concurso, porque precisamos cumprir todas as etapas que a legislação determina, como as exigências do Ministério Público e Tribunal de Contas. Não podíamos contratar médicos antes da realização do Concurso Público. Agora, podemos buscar profissionais para suprir as necessidades da rede pública de Saúde, melhorando o atendimento para a nossa população”, afirma.


Fonte: A.I.P.


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários