Lanchonete é fechada devido a reintegração de posse da área

Estabelecimento ficava ao lado da Câmara Municipal. Ordem veio do Ministério Público

O Skina Lanches: fechado por reintegração de posse de área pública
Foto: Maury Jr

O Skina Lanches, mais conhecido como Lanche do Rato (em referência ao apelido do proprietário), teve suas atividades encerradas na manhã desta terça-feira (7) por ordem do Ministério Público. A lanchonete ocupava uma área pública que é utilizada pela Câmara Municipal.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Câmara, esta ação não é de responsabilidade da legislatura atual. Já a Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou que esta medida foi tomada após um ofício encaminhado pelo ex-presidente do Legislativo, Sandro Trench.

Quando o Ministério Público emite uma ordem, quem executa é a Prefeitura. Fiscais e agentes jurídicos do Executivo estiveram na lanchonete, junto com o comando da Polícia Militar e oficiais de justiça. A ação durou aproximadamente 3 horas até que todos os objetos da lanchonete fossem retirados.

Sandro Trench disse que esta medida precisou ser tomada para que houvesse a regulamentação do espaço utilizado pela Câmara no terreno da Prefeitura. Ele afirmou que, na época, esse ofício foi enviado à Prefeitura, explicando a situação para que as providências fossem tomadas.

O Lanche do Rato foi um ponto tradicional da cidade. Funcionava há mais de 20 anos e era um local muito frequentado por jovens, grupos de amigos e famílias.


Fonte: Carol Salvini / A Comarca


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários