Ruralista é fuzilado com 2 tiros em Dobrada

Indivíduo foi autuado em flagrante


O delegado Marlos Marcuzzo autuou J.W., 27 anos, em flagrante por suspeita de ter disparado duas vezes no peito do trabalhador rural Carlos André da Silva, 39 anos. Eram cerca de 1h50 da madrugada de domingo (15) quando dois amigos caminhavam na praça da Rua Francisco Scabello. Em dado momento, o atirador se aproximou, sacou um revólver e atirou.

Dois projéteis acertaram o tórax da vítima, que chegou a ser socorrida pela unidade avançada do Samu, porém não resistiu e veio a falecer. A testemunha correu e relatou o fato aos familiares. Pouco depois, o suspeito era detido pelo cabo Sérgio e soldado Rodrigo, sendo apresentado ao delegado de plantão na Delegacia, Marlos Marcuzzo. Em seu depoimento, J. negou o crime. A arma não foi localizada.

Carlos deixa uma filha de 1 ano. Em abril, outro filho dele, um adolescente de 17 anos, foi assassinado em Pernambuco. Isso o motivou a se mudar para Dobrada, onde tem parentes, com sua esposa e a bebê.

Para que não houvesse nenhuma dúvida, o delegado solicitou ao investigador Toninho, que elaborou o auto de prisão em flagrante, que acionasse a Polícia Científica para realizar perícia pelo exame residuográfico.


Fonte: Maury Jr


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários