Alunos do Immes fazem campanha sobre cadastro biométrico

Ação apresentou as implicações a eleitores que não se cadastrarem

Foto: Divulgação

Incentivados pelo professor de Direito Eleitoral, Eduardo Matuiski, os alunos do 5º ano de Direito do Immes realizaram, na última terça-feira (7), uma campanha interna na faculdade sobre o cadastro biométrico, distribuindo o material oficial da Justiça Eleitoral fornecido pela chefe do Cartório Eleitoral de Matão, Talita Banhos Paula, e enfatizando a fundamental importância do cadastro para os eleitores. Nas salas de aula, os alunos receberam as informações, facilidades de agendamento e implicações para aqueles que não realizarem o cadastro.

Segundo informações do Cartório Eleitoral, a 170ª Zona Eleitoral abrange os municípios de Matão (com 62.671 eleitores) e de Dobrada (com 5.820 eleitores). Até agora foram cadastrados cerca de 16.032 eleitores em Matão (25,58%) e 1.415 em Dobrada (24,31%), razão que levou o professor Matuiski a desafiar os alunos para a realização da campanha de conscientização de multiplicação das informações com os demais colegas de classe, amigos e familiares, enfatizando a importância do cadastramento e as consequências para quem não se cadastrar.

CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DO JORNAL A COMARCA DESTA SEMANA.




  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários