Mulher mata o marido a facadas

Ela alega ter defendido o filho que estava sendo agredido


Uma discussão terminou em tragédia no Jardim São Judas Tadeu, em Matão, por volta das 11h15 da manhã desta segunda-feira (29). Um casal brigou e o pior ficou para Jonata Paulo Cordeiro, 31 anos, que morreu na hora. A agressora, de 26 anos, foi encaminhada ao Pronto Socorro com várias perfurações de faca pelo corpo, onde passaria por exames e depois seria encaminhada ao Centro Cirúrgico.

As unidades de resgate do Corpo de Bombeiros e avançado do Samu foram até a Rua Antônio Napoleão, onde constataram o óbito de Jonatas e prestaram os primeiros atendimentos à mulher. O sargento Durval, cabo Marcelo e soldados Rodrigo e Maelson preservaram o local até a realização da perícia, pela Polícia Científica. O delegado Marcelo Umberto Borghi também esteve no local.

Os motivos que levaram o casal a iniciar uma discussão são desconhecidos. Segundo as informações, o rapaz de 31 anos era entregador de panfletos e passa a fazer parte do índice de homicídio em Matão. A facada atingiu o tórax de Jonata. Já a esposa, que na sua versão alega ter defendido o filho de 8 anos que estaria sendo agredido, levou facadas nas costas e no braço esquerdo. 


Fonte: Maury Jr


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários