IFSP disponibiliza dados meteorológicos

Informações podem ser acessadas gratuitamente pela internet


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP-Matão) desenvolve o Projeto de Extensão Universitária ‘Mudanças climáticas e os impactos ambientais na sociedade’. Aprovado pela Coordenação de Extensão com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão, a iniciativa conta com bolsa de auxílio e um aluno do curso Técnico em Açúcar e Álcool Integrado ao Ensino Médio pratica as atividades junto ao coordenador do projeto, o professor José Marcos Garrido Beraldo.

Segundo José Marcos, nos últimos anos houve solicitações relacionadas aos dados de eventos climáticos que ocorreram em Matão e região, razão pela qual o projeto teve início. A população de Matão e região, os agricultores – sobretudo produtores de hortaliças –, serão beneficiados com o acesso aos dados do monitoramento meteorológico via internet.

“O objetivo é promover a formação dos alunos e a interação com o público externo por meio da temática ‘mudanças climáticas’, para que eles possam se conscientizar do problema atual e futuro no contexto ambiental”, cita o coordenador. “Há necessidade de estudos que subsidiem as decisões referentes às mudanças climáticas – e, assim, caracterizar o clima e projetar cenários futuros”, considera.

Uma das etapas do projeto constou do desenvolvimento de um site em que os dados poderão ser acessados gratuitamente. A página com os levantamentos meteorológicos de Matão está no endereço: http://mto.ifsp.edu.br/dados-estacao-meteorologica. A criação da plataforma de acesso aos dados estabelece interação com a comunidade local, através de serviços de extensão.

Parte dos resultados do projeto foi aprovada para apresentação na quinta edição do ‘Congresso de Extensão’ e na quarta edição da ‘Mostra de Arte e Cultura’, entre os próximos dias 27 e 29, no IFSP-Barretos. O projeto contribui com a pesquisa científica por meio do ‘Grupo de Estudo em Agricultura de Precisão’, que atua no desenvolvimento de inovações tecnológicas aplicadas ao agronegócio.

“Dentre os efeitos já verificados, observa-se irregularidade no início das chuvas e chuvas com alto potencial erosivo, causando problemas nas cidades como escorregamento de encostas e enchentes”, continua José Marcos. Há interação com outras ações desenvolvidas no IFSP-Matão, como o projeto de extensão ‘Horta Comunitária’ e ‘Compostagem’.

O projeto também conta com parceiros no IFSP-Matão – como o Núcleo de Estudos em Agroecologia (financiado pelo CNPq), que aplica várias atividades voltadas para a agroecologia e agricultura orgânica, com grupos produtivos de agricultores em todo o Estado de São Paulo, coordenado pela professora Alexandra Filipak.


Fonte: Rogério Bordignon


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários