Reajuste dos comerciários foi de 3%

Acordo foi definido no último dia 10

Nei Pelegrini. "Principal ponto foi a manutenção de todas as cláusulas da convenção até 31 de março de 2018"
Foto: Rogério Bordignon

Após as negociações iniciadas no dia 27 de julho, o Sindicato dos Empregados no Comércio (Sincomerciários-Matão) e o Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio-Matão) chegaram a um acordo no último dia 10 quanto à Convenção Coletiva de Trabalho, que definiu o índice de reajuste salarial dos comerciários. O acordo coletivo prevê a manutenção de todas as cláusulas da convenção anterior até o dia 31 de março de 2018 e um reajuste de 3%, que representa 1,24% acima da inflação.

José Carlos Aparecido Pelegrini (Ney), presidente do Sincomerciários, cita que a intenção era conseguir um reajuste maior, mas o baixo índice oficial de inflação foi o ponto de partida para a negociação. “Até podemos discordar do percentual de inflação apresentado pelo Governo Federal, mas, infelizmente, é o índice oficial. Mesmo assim, depois de muita conversa, conseguimos a reposição da inflação e um aumento real de 1,24%”, avalia.

O percentual de inflação é medido pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que entre setembro de 2016 e agosto de 2017 foi de 1,76%. “O principal ponto foi a manutenção de todas as cláusulas da convenção até 31 de março de 2018”, destaca Nei.

Confira a matéria completa na edição do Jornal A Comarca desta semana


Fonte: Rogério Bordignon


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários