Atividades da Uniara em Matão podem começar ainda neste ano

Primeiro curso será de Medicina Veterinária; instituição depende da aprovação do MEC


A Universidade de Araraquara (Uniara) iniciou, no dia 21 de agosto de 2018, as obras para adequação do edifício que foi concedido pela Prefeitura de Matão, com aprovação legislativa. Segundo a Assessoria de Imprensa da instituição de ensino, a universidade espera que o início das atividades ocorra ainda neste ano, porém, isso depende da aprovação do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Afirma a assessoria que a Uniara seguiu todos os requisitos apresentados e aguarda a aprovação. Como houve muitas mudanças no MEC, todos os processos institucionais foram paralisados, mas retomam a normalidade. O primeiro curso superior da Uniara que iniciará suas atividades em Matão será o de Medicina Veterinária.

Após o início do primeiro curso, a universidade terá certa autonomia para oferecer outras graduações, principalmente na área da saúde. As obras continuam no prédio instalado no Jardim Vivelândia e em breve os laboratórios serão montados e os equipamentos, instalados.

HISTÓRICO

No dia 9 de abril do ano passado, o prefeito Edinardo Esquetini anunciou a futura instalação de um Campus da Uniara em Matão. Pouco após, à noite, a Câmara Municipal aprovou a Minuta que possibilitava a futura instalação deste Campus. Na ocasião, Esquetini salientou que muitos alunos de Matão percorrerão distâncias menores para estudar na Uniara.

“Esta renomada instituição de Ensino Superior terá amplas possibilidades de expansão no futuro campus matonense. Matão também será prestigiada com empregos diretos e indiretos, além de contar com outros benefícios”, destacou o prefeito naquele anúncio, momento em que agradeceu aos esforços de Rogério Abdalla, secretário nacional de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde.

Foram anunciados os cursos de Medicina Veterinária, Fisioterapia, Nutrição, Pedagogia, Administração e Tecnologia em Estética e Cosméticos (70 vagas cada). O Campus Matão da Uniara está em implantação no local que outrora contemplaria o Hospital Materno Infantil (cujo início das obras foi cogitado no final da década de 1980), o Hospital do Bairro Alto (que não se concretizou) e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), cujas obras estavam paradas desde 2016.

“Fizemos a concessão para 30 anos e estou feliz por termos conseguido dar finalidade àquele prédio em deterioração e àquela área, inútil”, frisou Esquetini, em abril de 2018. “Iniciaremos as atividades no máximo em 2020”, estimou naquela ocasião Fernando Passos, reafirmando que a Uniara cumpriria todas as exigências legais para a implantação do Campus.

Em abril do ano passado, Passos destacou que a Uniara também cumpriria as exigências constantes no Plano Diretor de Matão e seus anexos. Docente há 27 anos e coordenador do curso de Direito da Uniara há 18 anos, Passos salientou a importância da parceria com o Hospital ‘Carlos Fernando Malzoni’, que já recebe alunos do curso de Medicina da Uniara.


Fonte: Rogério Bordignon


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários