/** PIXELS **/ /** PIXELS **/ A Comarca | Semáforos: câmeras podem ser instaladas


Semáforos: câmeras podem ser instaladas

Colocação é estudada após acidentes registrados em cruzamentos com o equipamento


Os motoristas de Matão já perceberam algumas mudanças no trânsito nos últimos dias. É que mais dois novos semáforos foram instalados na cidade, além do departamento responsável ter providenciado adequações e sincronização em alguns equipamentos. Agora são 37 cruzamentos com semáforos nas ruas e avenidas de Matão – sendo que, destes, 15 foram colocados no último ano.

A esquina da Avenida Trolesi com a Rua Armando Fecchio ganhou sinalização, assim como o cruzamento da Rua Rui Barbosa com a Nhonhô Magalhães (Vila Santa Cruz). “Já estava prevista a colocação de semáforos nesses pontos pelo número de acidentes registrados. São pontos com grande fluxo de pessoas ou perto de escolas”, explica o assessor de Projetos para o Trânsito, Wenderson Bartholomeu Silva Barbosa.

Os equipamentos localizados na ponte do São José (cruzamento da Rua São Lourenço com a Avenida Aquelino Benassi) foram trocados pelo Departamento Municipal de Trânsito porque estavam sucateados. Também foi necessária uma adequação dos semáforos na esquina da Avenida 28 de Agosto com a Rua Castro Alves, cujo trânsito passou a ser de mão dupla.

Os semáforos da Rua São Lourenço agora estão sincronizados, desde o cruzamento da Avenida 28 de Agosto até a Campos Salles, nos dois sentidos. De acordo com Wenderson, antes os equipamentos funcionavam com dois tipos de controladores porque eram de fabricantes diferentes. Agora eles foram padronizados e sincronizados por meio de GPS. “Os eletricistas responsáveis, Ítalo e o Alessandro, realizaram um ótimo trabalho”, enalteceu.

Todas essas providências custaram R$ 141 mil ao Fundo Municipal de Trânsito, sendo R$ 114 mil para a instalação dos novos equipamentos e adequações iniciais e R$ 27 mil para a sincronização na Rua São Lourenço. “Quando instalamos os semáforos no ano passado, usamos a verba de um convênio com o Detran. Dessa vez foram utilizados recursos próprios. Vale lembrar que o dinheiro do Fundo vem das multas aplicadas na cidade, que só pode ser investido no trânsito. Não é possível usar o dinheiro advindo de multas de trânsito em outros setores”, ressalta Wenderson.

Agora estão em projeto a sincronização dos semáforos na Avenida 15 de Novembro e a instalação de novos dispositivos, como no cruzamento da Avenida Trolesi com a Avenida Baldan e na Rua Américo Vezani com a Rua José Cerqueira (Jardim Itália).

CÂMERAS

Outro ponto que está em discussão é a colocação de câmeras em alguns semáforos, pois acidentes continuam sendo registrados em cruzamentos com semáforo. “Há motoristas que ainda passam com o sinal fechado, colocando em risco a vida dele e de outras pessoas. Por isso, o Departamento de Trânsito está trabalhando em um projeto para a implantação de câmeras nos semáforos, visando coibir a passagem de veículos no sinal vermelho”, revela o assessor.

O custo para a manutenção de câmeras nos semáforos é alto, mas Wenderson entende que essa será uma medida importante. “Os semáforos são colocados para garantir a segurança no cruzamento da via. De nada adianta colocar o equipamento se não tiver o respeito. É preciso fazer o correto mesmo quando não se está sendo filmado! Mais uma vez, o contribuinte vai arcar com os custos devido a uma pequena parcela da população. Mas quanto custa uma vida?”, finaliza.


Fonte: Ingrid Alves


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários




Vídeo

Almir Sater

Assalto

Porta de casa

Graciano

Onix Plus