Casa da Cultura começa programação especial

Mostras de Oficinas permanecem até o próximo dia 22


Com o objetivo de divulgar os trabalhos das oficinas culturais oferecidas pelo Programa de Descentralização da Cultura desenvolvido pela Prefeitura de Matão, o Departamento de Cultura realiza – entre os dias 6 a 22 – uma série de apresentações das manifestações artísticas promovidas durante o ano de 2017. Para tanto, a Casa da Cultura ‘Prefeito Armando Bambozzi’ funciona em horário especial – de segundas a sextas-feiras, das 8 às 21 horas.

De acordo com Julio Cesar Ribeiro, diretor do Departamento de Cultura, nas Oficinas Culturais foram ministradas aulas de dança (ballet clássico, dança contemporânea), música (viola, violão, violino, piano, instrumentos de percussão e sopro e canto coral), assim como iniciação ao artesanato (tecelagem, decoupagem, arte em vidro), às artes manuais (pintura em tecido e objetos de decoração), artes plásticas (pintura em tela), capoeira, dança circular, desenho artístico, oficina de literatura e culturas urbanas, como o grafite e o hip-hop (música e dança de rua), além da oficina de reciclagem, pintura em tecido, mangá, entre outras.

Os núcleos das Oficinas Culturais aconteceram no Quarto Centenário (Comunidade São Benedito), Vila Santa Cruz (Comunidade Viver), Vila Pereira (Salão Social da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro), São José (Base Comunitária), Vila Guarani (Comunidade Santa Clara), Bairro Alto (Sala Comunitária da Paróquia Nossa Senhora Aparecida), CEU das Artes (Portal Terra da Saudade), Casa Paroquial da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus, bairro de Silvânia, além das oficinas na Casa da Cultura ‘Prefeito Armando Bambozzi’ (Centro) e na Biblioteca Municipal ‘Maria de Lourdes Lian’.

Julio Ribeiro agradece a todos os envolvidos para que o Programa de Descentralização da Cultura se tornasse realidade. “Em nome da população e dos oficineiros, agradeço ao prefeito Edinardo Esquetini que desde o início de seu governo nos orientou a levar as Oficinas Culturais para a população matonense. Hoje, o projeto é uma realidade e estamos muito felizes por este trabalho”, reconhece o diretor de Cultura.

“A Descentralização da Cultura foi um compromisso que tínhamos com a população e que faz parte do nosso plano de governo. Agradecemos também a todos os líderes comunitários, religiosos e gestores que gentilmente nos cederam espaços para a realização das Oficinas Culturais. O êxito deste projeto é visível graças à participação de todos”, destacou o prefeito Edinardo Esquetini.


Fonte: A.I.P


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários