Suspeito de causar acidente que matou motociclista é preso em Ribeirão Preto

Câmeras de uma loja flagraram o acidente. Colisão foi em 27 de novembro matou o editor Danilo Braga Eroico, de 33 anos.

Alexandre Ferreira da Costa, suspeito de avançar o sinal vermelho e causar acidente que matou motociclista em Ribeirão Preto
Foto: Reprodução/EPTV/Arquivo

Foi preso na noite desta segunda-feira (11) o motorista Alexandre Ferreira da Costa, de 44 anos, suspeito de provocar o acidente que matou editor e jogador de futebol americano Danilo Braga Eroico, de 33 anos, na madrugada de 27 de novembro, em Ribeirão Preto (SP).

Agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) receberam uma denúncia anônima e encontraram Costa no Terminal Rodoviário por volta de 23h30. Segundo a Polícia Civil, o motorista se preparava para fugir de ônibus, quando foi preso.

A Justiça já havia concedido um pedido de prisão temporária contra ele. Costa passou a noite na Central de Flagrantes e deve ser transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) na manhã desta terça-feira (12).

A câmera de segurança de uma loja registrou o acidente. O vídeo mostra que o motociclista seguia pela Rua Henrique Dumont e bateu no carro, no cruzamento com a Avenida Meira Júnior, depois que o motorista ultrapassou o sinal vermelho.

Costa fugiu sem prestar socorro à vítima, que morreu no local. O carro dele foi apreendido no mesmo dia, na casa da mãe, no bairro Avelino Alves Palma. A mulher contou que o filho disse que levaria o veículo a uma oficina mecânica no dia seguinte.

Após a apreensão, Costa confessou ao tenente da Polícia Militar André Luiz de Oliveira, por telefone, o envolvimento no acidente e se disse arrependido, mas não foi encontrado nem se apresentou para dar explicações.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista tem passagens por tráfico de drogas e responde em liberdade a um processo pela morte de uma travesti, em fevereiro de 2014. Na época, Costa alegou à polícia que agiu em legítima defesa após se envolver em uma briga.

Cunhado da vítima, o produtor de eventos Araão Dentello de Araújo Júnior disse que a prisão do suspeito não ameniza a dor da perda de Eroico, mas, ao menos, deixa os pais com a sensação de justiça.


Fonte: G1




Deixe um comentário



Comentários




Moio

acidente

Policia

Roubo de caminhonete

Policia

Roubo

Moda

Pinching