Contação de Histórias: Viver por meio do livro.

Evento será realizado na Biblioteca Municipal Maria de Lourdes Lian em Matão.

Foto: Ilustrativa

A Biblioteca Municipal Maria de Lourdes Lian realiza nos dias 17, 24 e 31 de janeiro, a partir das 14 horas, o projeto “Contação de Histórias”. A condução da proposta será feira pela arte-educadora Edna Sanas.

A contação de histórias é uma das práticas mais remotas que se tem registro da humanidade. Elas são responsáveis por momentos de união, confraternização, trocas de experiências, além de ajudar a passar o tempo.  

De acordo com a bibliotecária Silvia Helena Caldas Frattini, as histórias despertam a imaginação, as emoções, o interesse, as expectativas. Ouvir uma história e/ou contá-la e recontá-la é uma maneira de preservar as culturas, os valores e compartilhar o conhecimento.

Silvia Helena reforça que projetos desta natureza estimulam a criança a se identificarem com os personagens, com os heróis, as heroínas, o mocinho e a mocinha, etc. “Essa identificação desperta emoções diversas e faz com que os pequenos coloquem para fora seus sentimentos, emoções, valorizam a criatividade, e auxilia a vencer a angustia e a timidez. Além disso, a “contação” aguça a curiosidade dos alunos e desperta o interesse em conhecer mais histórias”.

Júlio Cesar Ribeiro, diretor do Departamento de Cultura, comenta que o processo de leitura estimula a imaginação. É uma forte aliada para desenvolver a linguagem; é um passaporte para escrita, um despertador de senso crítico e principalmente um criador de sonhos.

Nesse contexto, a figura do contador de histórias cria e recria maneiras de chegar ao universo infantil por meio de uma boa história que pode encantar qualquer pessoa seja qual for sua idade.

Podem ser utilizados fantoches, objetos, sons diversos que estimulem a sensação e imaginação de quem estiver ouvindo.

“Acreditamos que estimulando as crianças a imaginar, criar, envolver-se na construção do imaginário é possível dar um grande passo para o enriquecimento e desenvolvimento da personalidade, pode interferir positivamente para a aprendizagem significativa, por isso, é muito importante a valorização da contação de histórias. Com certeza este será um projeto ímpar”, destaca Ribeiro. 


Fonte: Eliana Saraiva/Cultura para Todos


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários