Defesa Civil alerta para fortes chuvas

Chuvas devem continuar até sexta-feira (15); na madrugada de terça (12) choveu em média 40 mm em Matão


A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil informou que desde segunda-feira (11), áreas de instabilidade associadas com a aproximação de uma frente fria vinda do sul do País ajudam a organizar a umidade que vem da Amazônia e a causar pancadas de chuva dispersas em São Paulo. O mau tempo segue até sexta-feira (15) e atingirá várias áreas, incluindo a região de Araraquara. 
 
Haverá um acumulado de 5 dias com valores acima de 130mm nas regiões de Bauru, Araraquara, Sorocaba, Campinas, São Paulo e Baixada Santista. Nas demais regiões da faixa leste, incluindo Vale do Ribeira e do Paraíba, estão previstos acumulados acima dos 100mm, principalmente entre terça (12) e quarta (13). Na quinta (14), as instabilidades perdem força de manhã, mas retornam na forma de pancadas de chuva forte de tarde e de noite, mantendo o tempo instável e chuvoso na sexta (15).
 
Por meio do alerta meteorológico, a Defesa Civil informa que a água mais aquecida na costa do Atlântico Sul favorece a formação de tempestades, com potencial para transtornos localizados em todo o Estado. Na faixa leste, em especial nas regiões litorâneas, são previstas chuvas fracas a moderadas de longa duração intermitentes e/ou persistentes, condição que eleva o risco de deslizamentos e o nível dos rios nessas áreas.
 
A Defesa Civil do Estado de São Paulo recomenda observar a ocorrência de árvores inclinadas, bem como trincas em terrenos, paredes e pisos - e também "muros embarrigados" - pois são sinais da possibilidade de deslizamento antes mesmo do início da chuva. Em situações como essa, a Defesa Civil deve ser acionada para vistoria. Em casos de deslizamento ou alagamento, recomenda-se não ultrapassar a área atingida e aguardar pelo término da chuva abrigado em local que não ofereça risco. 

Madrugada 

A chuva começou na madrugada de terça-feira (12) em Matão e o volume médio registrado na cidade foi de 40mm. Cidades vizinhas, como Tabatinga, chegaram a registrar 70mm de precipitação em algumas horas.


Fonte: AI Defesa Civil


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários