Acusado de matar padastro esfaqueado em Araraquara pega 10 anos de prisão

Crime aconteceu em julho de 2016, em frente à casa da mãe do acusado, na Avenida Matão, no Jardim América.

Foto: Ilustrativa

Patrick Francisco Monteiro, de 21 anos, acusado de matar o padrasto esfaqueado em 2016, foi condenado a 10 anos de prisão pelo Tribunal do Júri de Araraquara (SP). A vítima, na época com 34 anos, levou duas facadas após uma discussão.

A condenação de 10 anos foi aceita pela defesa e acusação, que não pretendem recorrer em segunda instância. Patrick está preso na Penitenciária de Araraquara.

 

O crime

O crime aconteceu no dia 26 de julho de 2016, em frente à casa da mãe do acusado, na Avenida Matão, no Jardim América.

Segundo a polícia, a vítima conversava com a namorada em frente ao local e começaram a falar alto. Patrick entendeu que eles estavam brigando, já que segundo ele, a mãe era agredida pelo padrasto, que tinha problemas com bebida.

Ele então saiu de casa com uma faca para defender a mãe e houve discussão com o padrasto. A vítima foi golpeada na barriga e na perna e chegou a ser levada por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Santa Casa, mas não resistiu.

O rapaz foi encontrado no dia 7 de julho depois na casa de uma amiga. Na ocasião, ele disse à polícia que não tinha intenção de matar o padrasto e que foi 'sem querer'. Patrick morava com a mãe há um ano e meio, depois de sair da casa do pai na cidade de Goioerê (PR).


Fonte: G1


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários




Policia

Morte Sargento da PM

Matão

Carnaval

Luto

Falecimento