Matheus Nonis é bronze no Jeesp

Final Estadual do Xadrez foi realizada em Sertãozinho


Em Sertãozinho, no último dia 13, Matheus Nonis Passerini conquistou a medalha de bronze na Final Estadual de Xadrez Masculino Infantil dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (Jeesp), competição classificatória para a disputa nacional. “Somente um enxadrista conseguiu esta vaga: o campeão Alberto Tonhati Bonvini, de Batatais”, cita Ananílson Figueiredo.

Professor de educação física de Matheus na EM ‘Antonio Carlos Manzini’, Figueiredo também dá aulas desta disciplina no COC-Matão. Na Seletiva Inter-regional disputada no último dia 27 de junho, em Araraquara, Matheus derrotou os representantes de Guariba e Araraquara, sendo campeão.

Nesta Final Estadual, empatou com Piracicaba (Matheus Pompermayer), perdeu para Bauru (Guilherme Nunes) e Batatais (Bonvini), e obteve quatro vitórias contra Dracena (Caio Fukushima), Fernandópolis (Gustavo Zanele), Guará (Luis Estevão Scorsato) e Sorocaba (João Victor Rodrigues). Fez 4,5 pontos, ficando atrás de Bonvini (6,5) e Guilherme (6,5).

Aluno do 9º ano, Matheus agradece a sua família, “a todos os membros do Clube de Xadrez de Matão (CXM), aos educadores que me deram essa oportunidade, ao meu treinador Mario Silas Biava e ao professor Figueiredo”.

FUTSAL

A equipe infantil masculina de futsal do COC-Matão também participou desta Final Estadual do Jeesp. “Caímos num grupo com Dracena e outra escola da Capital. Empatamos com Dracena por 1x1 e fomos goleados pelo Amorim por 6x0. Pior foi Dracena, que tomou 15x0 deste Amorim, time que ficou em primeiro lugar do grupo e foi campeão do futsal, bem como de outras modalidades”, comenta Figueiredo.

O time do COC-Matão contou com Guilherme Figueiredo, Jonas Simoni Filho, Leonardo Leite, Murilo Fernandes, Ricardo Iziliane, Henrique D’Antonio, Marcelo Antonio Galli, Rafael Parlato (autor do gol contra Dracena), Raul Slompo, Leonardo Rocha, João Pedro Veloso e Hugo Bellintani. “Parabéns, pessoal! Valeu chegar à Final Estadual”, destaca Figueiredo.


Fonte: Rogério Bordignon


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários