Gabriel Calabrês é destaque na Copinha

Jovem de Matão, que joga no Santos, mostra características de um meia promissor

Foto: Divulgação Santos

O matonense Gabriel Calabrês é considerado o pilar da criação santista na 49ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Gabriel vestiu a camisa número 8 em todos os seis jogos que o glorioso Alvinegro Praiano disputou pela Copinha até o encerramento desta edição, sendo que o compromisso seguinte, contra o Internacional de Porto Alegre, aconteceu no início da noite de ontem (quinta-feira, dia 18), no Estádio ‘José Lancha Filho’ (Franca).

Além dos três gols marcados, Gabriel fez assistências que resultaram em gols ou lances que levaram perigo aos goleiros adversários. O meia lamenta que o gramado encharcado devido às chuvas prejudica um futebol mais desenvolto por parte dele e de outros atletas do Santos. Destaca-se que o técnico Aarão Alves já utilizou praticamente todos os 25 atletas.

Na Primeira Fase, no Estádio ‘Jorge Ismael de Biasi’ (Novo Horizonte), o Santos obteve 100% de aproveitamento ao vencer o América (RN) por 3x0, o Aliança (CE) por 3x0 e o Novorizontino por 3x1. Nesta etapa, Gabriel marcou o primeiro dos três gols diante do Aliança. Na Segunda Fase, o Santos empatou por 1x1 com o Mirassol, classificando-se nos pênaltis por 5x4 – um dos quais, convertido por Gabriel.

Depois de Novo Horizonte, o Santos foi para Franca eliminar o Figueirense (SC) por 3x1, sendo que Gabriel marcou o terceiro. Nas Oitavas de Finais, ele marcou seu terceiro gol nesta Copinha ao abrir o placar contra o Atlético Paranaense na vitória por 2x0. Ontem, houve o confronto pelas Quartas de Finais diante do Inter.

Gabriel Calabres chegou ao Sub-20 do Santos em outubro de 2016, vindo do São Carlos, equipe pela qual jogou a Copinha de 2015 e foi destaque na edição desta em 2016. Gabriel não foi inscrito pelo Santos no Campeonato Paulista da categoria em 2016 por ter disputado esta competição pelo São Carlos. Também não jogou a Copinha 2017 pelo time da Baixada Santista por causa do prazo de inscrição.

Após disputar a Copa Ipiranga pelo Santos no Rio Grande do Sul, no último mês de dezembro, o atleta alternou participações no Estadual de Juniores e na Copa Paulista e Brasileiro de Aspirantes com o Santos B na última temporada. Gabriel espera manter o excelente momento e ser promovido à equipe principal.

DESDE CRIANÇA

Bom controle de bola, passadas largas e precisão nos passes fazem de Gabriel Calabrês um meia promissor. Além da boa visão geral do jogo e leitura dinâmica das movimentações dos companheiros, chega à área adversária e finaliza bem. “O Gabriel começou a jogar cedo, aos cinco anos de idade. O Henrique, do Soccer Club, treinava ele e outras crianças que tinham um pouco mais idade”, lembra a mãe Katia Regina Calabrês Nunes.

“Depois, aos oito anos, ele foi para a Associação Fantik de Futebol. O Grêmio se interessou e ele foi para Porto Alegre aos 12 anos, mas não quis ficar sozinho lá. Esteve um ano no Mogi Mirim e foi para o São Carlos em 2013, aos 15 anos, assinando com o Santos em outubro de 2016”, comenta Katia. Ela e o marido Manoel Matias Nunes têm também a filha Lara. “Que Deus ilumine nosso filho e que ele tenha sucesso no futebol”, deseja Katia.


Fonte: Rogério Bordignon


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários