Hospital participará de mais uma pesquisa internacional

Instituição está entre as quatro que representará o Brasil em estudo clínico de cardiologia


O Hospital ‘Carlos Fernando Malzoni’ está entre as quatro instituições de pesquisa que representará o Brasil em um estudo internacional sobre insuficiência cardíaca. O convite foi feito pelo coordenador geral do Centro de Pesquisa do ‘Population Healthy Research Institute’, do Canadá, Salim Yussef, através do coordenador de pesquisas do Hospital Oswaldo Cruz de São Paulo, Álvaro Avezum. O anúncio foi feito no último dia 31 em um Congresso realizado em Paris (França), onde o hospital de Matão foi representado pelo médico neurologista César Minelli.

Participaram do encontro os investigadores que coordenarão a pesquisa e representantes dos cinco continentes, com a inclusão de países da Europa como Polônia, França, Inglaterra, Alemanha, Itália e Rússia; da América do Norte como Estados Unidos, Canadá e México; da América do Sul como Brasil, Argentina, Colômbia e Chile; da Ásia como Indonésia, Japão, China, Índia e Nepal; e da África como Uganda e Moçambique.

César Minelli fala da importância do hospital de Matão estar inserido neste seleto grupo de instituições de pesquisa. “É motivo de muito orgulho e alegria ver o nome de nossa instituição entre os grandes hospitais do mundo como centro de pesquisa. Vale ressaltar que participamos de dois estudos importantes que foram publicados em dois periódicos ingleses: o ‘Interstroke’ na revista ‘New England Journal of Medicine’ e o ‘Compass’ na ‘Lancet’, fatos que foram imprescindíveis para estarmos neste patamar”, diz.

Minelli destaca ainda que o convite para o estudo veio de uma das personalidade mais importantes do mundo em estudos clínicos de cardiologia: Salim Yussef, renomado cientista, considerado o segundo pesquisador mais citado no mundo com 800 artigos já publicados. Recebeu o prêmio internacional da Fundação Gairdner, do Canadá, em 2014, concedido anualmente para de três a seis pessoas por descobertas ou contribuições fundamentais em ciências médicas. “O nosso hospital está entre os centros de pesquisa de excelência em estudos atualmente realizados no Brasil e no mundo em epidemiologia clínica, por isso, recebemos este convite do centro de pesquisa do Canadá, que terá uma importância imensurável para nossa instituição”, relata.

Segundo Minelli, o estudo será realizado em pacientes com diagnóstico de insuficiência cardíaca, com o objetivo de avaliar as manifestações cardiológicas e não cardiológicas, como o declínio cognitivo, casos de demência associada à doença, fadiga e dificuldade de locomoção. “O intuito é desvendar quais são os demais sintomas que as pessoas apresentam quando são diagnosticadas com insuficiência cardíaca e, a partir daí, iniciar o tratamento, seja com medicamentos ou com orientações básicas na mudança de seus hábitos para que possam melhorar o quadro clínico”, finaliza.


Fonte: AIHCFM


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários